Ataques de IoT em crescimento com um aumento no volume de 217,5%

Texto traduzido e adaptado de “IoT Attacks Escalating with a 217.5% Increase in Volume” escrito por “Sergiu Gatlan”

Os ataques contra dispositivos e redes de Internet das Coisas (IoT) aumentaram ao longo de 2018, com 32,7 milhões de ataques de IoT detectados durante o ano passado pela SonicWall, enquanto o “phishing” teve uma diminuição no volume com a maioria dos ataques sendo direcionados.

Embora todos queiram ter seus dispositivos interconectados e conectados à Internet, muitos dos estimados 31 bilhões de dispositivos IoT que serão instalados até 2020, de acordo com a Statista, virão também com falhas no controle de segurança ou nenhum controle.

Isso permite que agentes mal-intencionados comprometam e adicionem estes dispositivos a “botnets” de larga escala que controlam, explorando as falhas de segurança que os afetam em grande número ou controlando usando credenciais “padrão” publicamente disponíveis.

O fato de os fabricantes de IoT não implementarem controles de segurança adequados para proteger esses tipos de dispositivos contra ataques remotos permitiu que o número de ataques de IoT aumentasse no ano passado em 217,5% dos 10,3 milhões registrados pela SonicWall em 2017, de acordo com seu “Cyber Threat Report” de 2019.

As “botnets” rastreadas pela SonicWall, enquanto acumulavam um grande número de dispositivos IoT durante o ano passado, eram principalmente dos EUA, com “mais de 46% dos botnets globais originados de endereços IP baseados nos EUA. O mais próximo era a China com 13%”.

“A preocupação com a segurança e privacidade é mais prevalente do que nunca. Indústria e governo devem colaborar para construir um ambiente mais seguro, mitigar riscos, e construir a confiança dos cidadãos no governo e consumidores confiança nos negócios”, disse Michael Chertoff, Presidente Executivo e Co Fundador do The Chertoff Group e ex-secretário de segurança interna dos EUA.

Para conferir mais a respeito, clique aqui.