Trump demite diretor da Agência de Segurança Cibernética e de Infraestrutura

O Presidente Donald Trump demitiu o diretor Christopher Krebs do Cybersecurity and Infrastructure Security Agency (CISA). A CISA é uma agência independente, que funciona sob supervisão do Department of Homeland Security – uma espécie de Ministério de Segurança Interna, nos Estados Unidos.

A demissão já tinha sido sinalizada, inclusive por Krebs, mas ganhou ampla publicidade com o post de Trump na noite de ontem (17-nov-2020).

Ao anunciar a demissão de Krebs no Twitter, Trump reiterou as afirmações de que houve fraude nas eleições americanas, as quais autoridades americanas vêm repetidamente declarando serem falsas. Trump também mencionou “imprecisões” em declarações de Krebs sobre a segurança das eleições.

Repercussão. Os deputados democratas Bennie G. Thompson, do Mississippi, e Lauren Underwood, de Illinois, condenaram a demissão de Krebs por Trump, dizendo que “torna a América menos segura”. Thompson é presidente do Comitê de Segurança Interna, e Underwood é presidente do Subcomitê de Segurança Cibernética, Proteção de Infraestrutura e Inovação.

Elogios a Krebs também vieram dos republicanos. Em um comunicado, o senador Richard Burr, da Carolina do Norte, disse que, sob a liderança de Krebs, a CISA elaborou uma “campanha criativa e inovadora” para promover a segurança cibernética.

Krebs não falou diretamente sobre sua demissão, mas tweetou de sua conta pessoal que estava “honrado em servir”.

Informações obtidas e adaptadas de https://www.databreachtoday.com/trump-fires-christopher-krebs-head-cisa-a-15386, https://www.cisa.gov/about-cisa e https://www.cnbc.com/2020/11/17/trump-says-us-cybersecurity-chief-chris-krebs-has-been-terminated.html.