Crimes virtuais devem crescer em smartphones

Hoje existem cerca de 1,4 bilhão de celulares conectados à internet. Até 2014, segundo previsões da Symantec, o número deve crescer até até 10 bilhões. Segundo estudos da empresa, o número de smartphones será maior que o de PCs, o que fará com que crackers desenvolvam mais malwares voltado para eles. Além disso, como boa parte dos usuários acessa redes sociais nesse tipo de aparelho, a tendência é que vamos ver cada vez mais ataques a plataformas como Facebook e Twitter. Veja mais detalhes na matéria Smartphones e redes sociais serão os principais alvos do cibercrime em 2011 – Segurança – IDG Now!.

Foto: my new HTC Desire smartphone por Retinafunk, CC-BY-SA.