Separação de poderes e responsabilidade na administração de servidores virtualizados

Ainda no assunto da virtualização: a administração de sistemas virtualizados e dos servidores que os hospedam pode vir a ser um problema se os poderes e responsabilidades não forem separados entre os diferentes profissionais de uma empresa. “Por exemplo, administradores podem criar um servidor FTP virtual que comprometa a segurança, ou inadivertidamente usar uma ferramenta de migração de máquinas virtuais para mover o servidor para um hardware diferente para manutenção, sem perceber que o novo host está num segmento da rede não confiável”. Andrew Mulé, consultor da RSA, diz que deve haver uma clara separação de deveres na infraestrutura virtual, e que isso é um problema comum de segurança. Leia mais sobre a questão em Beware the All-Powerful Admin – Computerworld.

Foto: Scientists successfully boot one million Linux kernels as virtual machines.