Violação de dados X Exposição de dados. Qual a diferença?

As violações de dados se tornaram cada vez mais comuns e caras, à medida que o mundo continua trabalhando em casa. De acordo com a CyberTalk, em 2021, 36 bilhões de registros de empresas foram expostos e os custos de violação de dados subiram para US$ 4,24 milhões. Mesmo com o aumento do custo médio de uma violação de segurança, a escassez de profissionais de segurança cibernética atingiu 72 milhões. Erros internos contribuem fortemente para o aumento de violações de dados e exposição de dados, 85% das violações de segurança envolvem elementos humanos.

As violações de dados se tornaram cada vez mais comuns e caras, à medida que o mundo continua trabalhando em casa. De acordo com a CyberTalk, em 2021, 36 bilhões de registros de empresas foram expostos e os custos de violação de dados subiram para US$ 4,24 milhões. Mesmo com o aumento do custo médio de uma violação de segurança, a escassez de profissionais de segurança cibernética atingiu 72 milhões. Erros internos contribuem fortemente para o aumento de violações de dados e exposição de dados, 85% das violações de segurança envolvem elementos humanos.

A ameaça de uma violação de dados onerosa ou exposição de dados está crescendo, mas qual é a diferença entre eles? Como você pode proteger melhor sua empresa e os dados confidenciais de seus clientes?

Violação de dados

Uma violação de dados ocorre quando as informações de uma empresa ou usuário são acessadas por um indivíduo mal-intencionado. Muitas vezes, esses dados confidenciais são usados para roubar dinheiro, comprometer dados ou ser vendidos. Isso geralmente é feito explorando vulnerabilidades em sistemas de segurança ou por meio de erro humano. Erros humanos são causas comuns de violações de segurança de dados.

As violações de dados permitem que criminosos acessem dados protegidos, alcançando-os por meio de vários tipos de ataques. Esses ataques podem incluir infecções por malware, acesso não autorizado por força bruta, ataques de phishing, ataques de exploração de senha ou violações de segurança interna.

Exposição de dados

Exposição de dados é a perda de informações confidenciais por exposição inadvertida. Isso difere de uma violação de dados, na qual dados confidenciais são roubados em um ataque de um agente mal-intencionado. A exposição de dados confidenciais é resultado de uma ação, ou falta de ação, em nome de uma empresa. Muitas vezes isso acontece com informações online que não estão devidamente protegidas e protegidas, o que facilita o acesso.

Exemplos de exposição de dados incluem sistemas e aplicativos online não seguros, ou informações que foram carregados acidentalmente no banco de dados incorreto. A exposição de dados também pode ser feita devido criptografia fraca, falta de criptografia ou falhas de software. A exposição pode prejudicar a reputação da marca, pois muitas vezes é vista como culpa da empresa.

Exposição de dados e prevenção de violação de dados

As melhores práticas de segurança cibernética ajudarão a evitar violações de dados e incidentes de exposição de dados. Aqui estão algumas das melhores práticas que protegerão seus dados:

Políticas de senha da empresa

Todos em sua empresa devem usar práticas adequadas de senha. Certifique-se de ter políticas de senha claras. Exija senhas longas e complexas, senhas diferentes para cada conta, armazenamento seguro de senhas e aproveite a autenticação multifator quando possível.

Treinamento em Phishing/Engenharia Social

De acordo com a CyberTalk, o erro humano é responsável por 95% das violações de segurança, e o treinamento para lidar com o erro humano deve ser priorizado. Aproximadamente 20% dos funcionários clicam em links de phishing e, 5% deles estão dispostos a inserir credenciais no site de phishing.

Os ataques se tornaram mais personalizados, com invasores de spear phishing utilizando informações pessoais encontradas em sites de mídia social como o LinkedIn. Essas informações são usadas para criar ataques personalizados e acessar dados confidenciais por meio de engenharia social. Não deixe seu sistema de segurança depender de funcionários não treinados, o erro humano deve ser minimizado com treinamento e políticas de verificação rigorosas.

As violações de dados se tornaram cada vez mais comuns e caras, à medida que o mundo continua trabalhando em casa. De acordo com a CyberTalk, em 2021, 36 bilhões de registros de empresas foram expostos e os custos de violação de dados subiram para US$ 4,24 milhões. Mesmo com o aumento do custo médio de uma violação de segurança, a escassez de profissionais de segurança cibernética atingiu 72 milhões. Erros internos contribuem fortemente para o aumento de violações de dados e exposição de dados, 85% das violações de segurança envolvem elementos humanos.

Restringir acesso

Para minimizar ainda mais o risco de erro humano, restringir o acesso a dados confidenciais pode minimizar as vulnerabilidades. Configure vários níveis de acesso para que apenas indivíduos confiáveis, que precisem interagir com os dados confidenciais, tenham permissão. Você também pode reduzir ainda mais o acesso não armazenando dados confidenciais (como informações de cartão de crédito) internamente.

Criptografe dados confidenciais

No caso de uma violação de dados, todos os dados confidenciais devem ser protegidos, por meio de token ou criptografia. Esses métodos funcionam de maneira diferente e devem ser usados para diferentes tipos de dados.

Se você interagir com dados estruturados confidenciais, como dados do titular do cartão ou dados pessoais, o token é uma maneira irreversível de proteger esses dados. A criptografia, embora reversível, é a melhor escolha para dados não estruturados, como arquivos confidenciais, e-mails, áudio ou vídeo. Encontre uma solução que atenda às suas necessidades para garantir que seus dados permaneçam seguros, mesmo que agentes mal-intencionados obtenham acesso não autorizado.

Implemente práticas eficazes de Segurança

Todo o seu software de segurança deve estar atualizado, tanto para evitar uma violação de dados quanto para a exposição de dados. Softwares de segurança como firewalls e VPNs devem ser mantidos atualizados. Compreender os dados confidenciais que você precisa proteger o ajudará a encontrar as ferramentas necessárias para mantê-los seguros.

Se você interagir com dados particularmente confidenciais, como informações de pagamento ou informações pessoais, eles devem ser criptografados ou fazerem uso de tokens. Todas as conexões de terceiros também devem ser cuidadosamente monitoradas quanto a possíveis ameaças.

Evolua junto às ameaças

Crie um plano de segurança abrangente que analise o armazenamento e a segurança de dados confidenciais. A segurança cibernética, assim como o seu negócio, está em constante mudança e evolução. Seu sistema de segurança deve evoluir para acompanhar as mudanças em sua empresa e as ameaças crescentes.

Mudanças em sua empresa, como novos funcionários, novos dados e novos sistemas, devem ser analisadas para possíveis problemas. As ameaças em mudança são mais difíceis de esperar, mas você pode avaliar os pontos fracos e manter-se atualizado com as técnicas usadas pelos cibercriminosos.

Se você sofreu uma violação de dados, inclua soluções para a ameaça identificada à medida que se recupera da violação de dados. Audite continuamente seu plano de segurança, monitore o acesso a dados confidenciais e procure soluções inovadoras.

Para mitigar o risco de exposição de dados e violações de dados, tenha um plano de segurança que se concentre em ameaças externas e internas. O risco de exposição de dados pode ser mitigado pela auditoria de processos internos e armazenamento de dados.

O risco de violações de dados também pode ser mitigado com procedimentos internos e defesas de segurança cibernética atualizadas. Perder informações confidenciais por meio de exposição inadvertida ou agentes mal-intencionados pode prejudicar a reputação da sua empresa e custar milhões.

Fonte: cloudsecurityalliance.org

Posts relacionados: Quanto custa uma violação de dados? – Principais pontos / Recomendações para proteção de dados contra violações e ataques de ransomware e Bilhões de registros comprometidos: por que a camada de aplicação ainda é a porta de entrada para violações de dados