Caso Maersk: Saiba como o NotPetya foi responsável por um dos maiores ataques cibernéticos da história

Em julho de 2017, a empresa dinamarquesa Maersk, maior operadora de navios de contêineres e navios de abastecimento do mundo, com escritórios em 130 países e uma força de trabalho de cerca de 90.000, foi vítima de um ataque cibernético que usou uma versão supostamente modificada do Petya ransomware, NotPetya, derrubando sistemas de TI e… Read More