Pesquisador de segurança transforma iPhone e celulares Android em aparelho para escuta remota

O pesquisador de segurança Ralf-Philipp Weinmann, da Universidade de Luxemburgo, irá apresentar na Black Hat – conferência hacker que começa hoje – uma técnica desenvolvida para alterar os chips de rádio da Qualcomm e Infineon Technologies, utilizados no iPhone e em diversos celulares Android. Através de uma torre de telefonia rodando o software livre OpenTBS, Ralf conseguiu manipular o baseband dos aparelhos, possibilitando realizar escutas telefônicas sem o conhecimento do usuário, transformando o celular num equipamento de espionagem. É um ataque extremamente sofisticado, no entanto a técnica tem as suas limitações, pois é preciso fazer com que o celular conecte-se à torre. Veja mais detalhes em Black Hat Technical Security Conference: DC 2011 // Briefings – Ralf-Philipp Weinmann – The Baseband Apocalypse (via).