Brasil e França se unem para defesa cibernética

Brasão do BrasilApós Brasil e França serem alvo de espionagem da Agência Nacional de Segurança Americana (NSA), os países defendem união de esforços na área de defesa cibernética. “Muito nos interessa uma parceira com a França em todas as áreas que dizem respeito à defesa cibernética”, declarou a presidente Dilma à imprensa. A presidenta convidou o presidente francês, François Hollande, para um evento sobre governança cibernética que ocorrerá em abril de 2014, em São Paulo.

“Uma série de revelações faz com que tenhamos uma reação firme e que tenhamos  uma política que proteja nossos direitos e evite que isso se repita.” disse Hollande,  que também reiterou o apoio francês a iniciativa tomada por Dilma sobre governança  digital. Em novembro, Brasil e Alemanha apresentaram um projeto de resolução  sobre  o direito à privacidade na era digital, na Assembleia Geral das Nações.

No mesmo encontro outros fatos relevantes foram colocados em discussão, dentre eles os problemas ocorridos na Síria e Irã. Ao encerrar o discurso a presidenta disse, em tom bem-humorado, que espera um bom resultado da França na Copa de 2014, porém ressaltou a certeza da vitória brasileira no Mundial: “Tenho certeza de que o Brasil sairá vencedor, porém considero importante que a França tenha uma colocação muito expressiva. Isso como torcedora.”.

Fonte: ComputerWorld