Demanda por profissionais de perícia digital está em ascensão

lupaCom a crescente utilização de aparelhos digitais  – como computadores, smartphones e tablets – a  demanda por profissionais que saibam rastrear crimes cibernéticos cresce. Existem diversas  dúvidas  sobre a profissão, a começar pela diferenciação de perícia oficial e forense. A  perícia  oficial é exercida por um profissional concursado da polícia, seja ele federal ou  civil, já a forense é  exercida por autônomos, especialistas em determinada área do  conhecimento que podem atuar  como peritos judiciais, ou como auxiliares técnicos da  perícia oficial, mediante a solicitação de um  juiz.

Os salários de peritos são variáveis e a melhor remuneração é a da Polícia Federal,  que em seu  último edital para concurso divulgou o salário inicial de R$: 14.037,11. Esta remuneração é  justificada pelo número de  casos que são solucionados graças ao trabalho dos peritos.

Antônio José dos Santos Brandão, perito da Polícia Federal, afirma que o trabalho é gratificante porém ressalta que está cada vez mais difícil analisar dados com a crescente capacidade de armazenamento dos dispositivos, e com o armazenamento em nuvem.

A Academia Clavis ministra a Formação Forense, e também cursos preparatórios para certificações da área, como o CHFI online e presencial. Acesse o calendário dos cursos presenciais e calendário dos cursos a distância da para saber mais.

Fonte: APCF (Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais)