Indústrias de Petróleo e Energia na Noruega são alvos de ataques cibernéticos em massa

globe-cyberwar300 empresas de Petróleo e de Energia têm sido alvo de hackers no maior ataque cibernético coordenado na Noruega. As informações são de que 50 empresas do setor de Petróleo já foram violadas, enquanto outras 250 estão em risco.

A Autoridade Nacional de Segurança da Noruega (NSM) emitiu um alerta para as empresas que acreditam ser possíveis alvos, incluindo a Statoil, a maior empresa de petróleo do país. As identidades de outras empresas que foram invadidas ou direcionadas não foram divulgadas até o momento. O Chefe de Imprensa da  Statoil, Orjan Haraldstveit, confirmou que a empresa tinha sido advertida pela NSM e estava verificando suas redes e sistemas em busca de evidências de uma violação.

Hans Christian Pretorius, diretor da divisão operativa da NSM, falou com o jornal norueguês Dagens Naeringsliv: E-mails que parecem ser legítimos são enviadas a pessoas em cargos importantes nas empresas com anexos. Se os funcionários ​​abrirem os anexos, um programa destrutivo será iniciado que verifica o sistema do alvo em busca de vários buracos em seu sistema de segurança. Se um buraco for encontrado, o programa irá abrir um canal de comunicação com os hackers. O objetivo é plantar um cavalo de Troia ou um vírus na máquina.

Este não é o primeiro ataque cibernético que ocorreu na indústria petrolífera norueguesa. Em 2011, um grupo de hackers roubaram credenciais de login, desenhos industriais e contratos de pelo menos 10 empresas de Petróleo e Gás na Noruega.
Confira a fonte neste link.