CloudFlare anuncia novo serviço de DNS público: 1.1.1.1

worldConnection_640x340

O principal intuito da CloudFlare é contribuir na construção de uma Internet melhor. Com isso, a empresa criou um novo serviço de DNS público, garantindo mais velocidade e privacidade na Internet. Nesse post, você ficará por dentro do assunto.

O DNS (Sistema de Nomes de Domínio) é o diretório da Internet. Quando você clica em um link, abre um e-mail, acessa um site ou abre uma aplicação móvel no seu celular, uma das primeiras coisas que ocorrem é a procura feita pelo seu dispositivo ao endereço de um domínio. Existem dois lados na rede DNS: o lado autoritário (conteúdo) e o lado que resolve (cliente).

Todo domínio precisa de um provedor autoritário de DNS. Com a CloudFlare não é diferente. Desde seu lançamento em setembro de 2010, a empresa possui um serviço extremamente rápido e amplamente utilizado de DNS autoritário. O 1.1.1.1 não afeta (diretamente) o serviço de DNS autoritário da CloudFlare.

A empresa pensou cuidadosamente nos números do DNS para que fossem fáceis de memorizar. Ironicamente, com o intuito de conseguir uma maior audiência, a CloudFlare lançou oficialmente o serviço no dia 1 de abril (1/4), pois no calendário americano seria 4/1 (quatro uns), logo, a associação 1.1.1.1.

O site DNSPerf mostra um gráfico com a performance dos serviços de DNS mais utilizados no mundo. A CloudFlare se destaca, obtendo um resultado médio de 13.52 milissegundos e liderando a tabela, acima do OpenDNS, Quad9 e Google.

Para mais informações sobre o anúncio oficial da CloudFlare, clique aqui.