A operação de defesa de Israel é o primeiro exemplo conhecido de uma resposta militar em tempo real

Traduzido e adaptado de “Israel Strikes Back To Destroy Hamas Cyber HQ In World First

De acordo com a Forbes, nessa madrugada do dia 6 de maio, após uma tentativa de ataque cibernético realizado pelo Hamas, militares israelenses anunciaram que haviam executado uma operação defensiva bem-sucedida.

A operação de defesa é o primeiro exemplo conhecido de uma resposta militar imediata em tempo real a uma ameaça ou ataque cibernético, ao lançar ataques aéreos em um prédio na Faixa de Gaza, de onde o ataque cibernético foi originado.

Dado o cenário mundial, vale a pena destacar dois livros que relatam a história da guerra cibernética no mundo: Guerra Cibernética e Contagem Regressiva.

Livro Contagem Regressiva Até Zero Day

No livro, Contagem Regressiva, a autora, Kim Zetter, também mostra o desenvolvimento da guerra digital de hoje, na qual as agências de inteligência e militares gastam fortunas para adquirir códigos maliciosos usados em infiltrações e ataques. Ela revela quão vulneráveis muitos de nossos sistemas críticos estão a códigos como o Stuxnet, a nações adversários e hackers anônimos, mostrando exatamente o que pode acontecer se nossas infraestruturas críticas forem alvo deste tipo de ataque. O livro é um retrato abrangente de um mundo à beira de um novo tipo de guerra.

Livro Guerra Cibernética: a próxima ameaça à segurança e o que fazer a respeito

Outro clássico que precede a história do documentário é o livro “CYBER WAR – The next threat to national security and what to do about it“, também traduzido pela Clavis Segurança da Informação. É o primeiro livro sobre a ciberguerra contendo um argumento convincente de que já estamos em desvantagem. Em linhas gerais, o livro trata sobre tecnologia, governo e estratégia militar; sobre criminosos, espiões e soldados.