Estados Unidos voltam a propor limites no ciberespaço

Seguindo o acordo que o Brasil fez com a Rússia sobre ataques no ciberespaço, os Estados Unidos da América começaram a rascunhar um acordo com o governo russo sobre ataques militares na internet. Isto é uma mudança na política estadunidense, pois por anos os EUA declinaram as propostas russas de controle sobre ciberarmas, argumentando que a cooperação internacional deveria primeiro focar no cibercrime; agora, o governo norteamericano se mostra mais aberto à negociação. Segundo General Keith Alexander da Agência de Segurança Nacional (NSA), “nós temos que estabelecer o que os governos podem e não podem fazer no ciberespaço” (tradução livre).

Fonte: U.S. Backs Talks on Cyber Warfare – The Wall Street Journal

Foto: white house por dcJohn, CC-BY.