Google turbina a segurança do Android com encriptação de tablets e reset remoto do PIN

A Google está tentando fazer o Android mais atrativo para o mundo dos negócios, adicionando ferramentas de administração de TI para o Google Apps que podem encriptar tablets ou localizar remotamente um smartphone perdido e resetar o PIN.
O gerente de produtos Mayur Kamat anunciou que “com a nova versão das ferramentas Google Apps, os funcionários podem rapidamente assegurar um dispositivo com Android 2.2+, perdido ou roubado, localizando o mesmo em um mapa, chamando o dispositivo e resetando o PIN ou a senha remotamente através do novo website My Devices.”
O requerimento de encriptação do tablet é conseguido através de uma API que permite aos administradores reforçar políticas como a própria encriptação e o já mencionado reset do PIN. Como já acontece com os smartphones Android, aparentemente os tablets vão suportar somente encriptação no nível de software, e não uma encriptação mais forte no nível do hardware.
O “Google Apps for Business” custa 50 dólares por usuário por ano, com Gmail, Gdocs, Calendar, e várias outras aplicações.
O anúncio dessa semana não diz nada sobre a possibilidade de limpar remotamente todos os dados de um dispositivo com Android, uma funcionalidade essencial para muitas organizações de TI. Entretanto o Google já anunciou a limpeza remota e outras novidades em outubro passado, quando lançou o Google Apps Device Policy, que pode ser baixado no Android Market. Essa aplicação, combinada com uma conta Google Aps, permite “apagar todos os dados de dispositivos móveis roubados ou perdidos; bloquear dispositivos depois de um período de inatividade; exigir senha em cada telefone; definir tamanho mínimo para senhas mais seguras; e exigir que as senhas combinem letras e números”, de acordo com o Google.