O primeiro indiciamento sob o “Computer Fraud Act” – e o primeiro worm de computador a infectar a internet

Robert Tappan Morris
Photo: Robert Tappan Morris (Courtesy nndb.com)
Em 1989, Robert Tappan Morris, um graduando da Cornell University, foi a primeira pessoa a ser indiciada sob o “Computer Fraud and Abuse Act” de 1986.

Morris foi processado por criar e distribuir o “Morris worm“, geralmente reconhecido como o primeiro worm de computador a infectar a internet. Ele lançou o worm de computadores do MIT, para tentar manter as suspeitas longes da Cornell, sua universidade. Morris afirmou mais tarde que suas intenções eram puramente intelectuais, que ele criara o worm para tentar mensurar o tamanho da internet. Uma falha no sistema de distribuição do worm, porém, causou com que computadores infectados ficassem replicando o worm até ficarem inutilizáveis. Um grande número de sistemas foram desativados pelo Morris worm.

Os números são concretos: após entrar com alguns recursos de apelação, ele foi sentenciado em dezembro de 1990 a 3 anos de condicional e multado em 10 mil dólares (o que seria aproximadamente 17 mil dólares nos dias de hoje). A lei Computer Fraud and Abuse Act foi alterada várias vezes desde sua origem, e as atividades de Morris poderiam trazer uma sentença bem mais rígida atualmente.

O MIT, de qualquer forma, foi brando e não procurou adicionar nenhum problema a Morris. Hoje ele é um professor titular de engenharia elétrica e ciência da computação no MIT.

Via: July 26, 1989: First Indictment Under Computer Fraud Act