Google acata que donos de hotspots Wi-Fi tenham direito de sair do serviço

Cedendo às pressões dos reguladores de privacidade da Europa, a Google irá permitir que donos de ponto de acesso Wi-Fi optem por sair do serviço do Google que faz com que usuários de smartphone identifiquem localização sem usar GPS.

Ao detectar a identidade de um ponto de acesso Wi-Fi próximo e procurar sua localização geográfica numa base de dados, a Google pode dizer aos donos de smartphones onde eles estão. Mas até agora os donos desses hotspots Wi-Fi não foram perguntados sobre o uso da informação de sua própria localização. Então a Google planeja fornecer opções para que essas pessoas determinem se o serviço pode ser usado com suas redes ou não.

A companhia irá lançar detalhes sobre o fornecimento do serviço até o fim do ano, conforme foi postado no blog da empresa.

A Google coletava os dados geográficos dos pontos Wi-Fi enquanto os seus veículos do serviço Streetview gravavam imagens panoramicas para o mapeamento, uma atitude que alguns reguladores europeus condenaram como invasão de privacidade.