Novo método de quebra de senhas faz com que o processo seja mais rápido utilizando o algoritmo SHA1

Foi desenvolvido um novo método de quebra de senhas protegidas pelo algoritmo criptográfico SHA1, reduzindo tempo e recursos necessários para esta atividade. Tal otimização foi apresentada na última terça-feira na conferência Passwords^12 através do resultado da descoberta de um atalho no algoritmo que torna o cálculo do hash bem mais rápido que os atuais métodos conhecidos. Veja mais detalhes no link.

A recomendação é utilizar funções hashes da família SHA-2 como o SHA-256, SHA-384, SHA-512, SHA-512/224, SHA-512/256, tal como recomendado pelo próprio NIST.

Mais informações no link.