Segurança na medida certa: Ferramentas essenciais para criptografia pessoal

internet-1235106_640

Os avanços tecnológicos facilitaram bastante a vida de quem não abre mão de manter seus dados seguros. As autoridades de todo mundo têm fechado o cerco em relação ao uso generalizado da criptografia. Sendo assim, o ideal é utilizar as ferramentas de criptografia mais populares no mercado, para evitar que se suas informações trafeguem por onde não deveriam. Selecionamos algumas tecnologias básicas para quem deseja criptografar seus dados sem problemas:

Criptografando as trocas de mensagens

A Apple deu a largada, desde que a gigante queridinha passou a usar uma política de encriptação full-disk em seus dispositivos móveis, a tendência agora é a de outras empresas sigam este caminho. Além disso, a Apple também permite sigilo total aos usuários do iMessage. Nem mesmo a própria criadora do serviço tem acesso aos dados trocados no aplicativo – o que, claro, recebeu duras críticas por parte das autoridades, que enxergam essa encriptação fim-a-fim com maus olhos.

Também existem diversos mensageiros como o Telegram, Wickr e Signal, o primeiro já bastante conhecido por muitas pessoas.

Chamadas de voz criptografadas

Há um tempo atrás, ao falarmos em chamadas de voz, o primeiro software que nos vinha em mente era o Skype. Mas depois das denúncias de que a Microsoft seria obrigada a ceder backups das conversas dos usuários para o governo dos EUA, o Skype passou a ser mal visto quando o assunto é sigilo.

No momento, quem rouba a cena é o aplicativo Signal que pode ser usando tanto em Android ou iOS, como em desktops e notebooks.

Conexão criptografada na Web

Muitos sites já estão aderindo ao HTTPS para proteger o acesso de seus usuários aos seus servidores (inclusive utilizando certificados de Segurança). Mas a medida mais preventiva quando se trata de conexão segura, continua sendo a VPN. Entre as mais famosas estão a F-Secure’s Freedome, NordVPN, e CyberGhostVPN. Todas garantem aos usuários uma conexão criptografada.

Agora, se você deseja anonimato total, pode se aventurar com o serviço TOR. Vale lembrar que embora ele tenha má fama devido ao uso de criminosos, o TOR também auxilia muitas pessoas pelo mundo afora com questões humanitárias que dependem de sigilo.

Serviços para criptografia de e-mails

Como a maioria das pessoas é fiel aos provedores de e-mail, como Google, Yahoo, Hotmail, entre outros, a opção mais viável seria o Hushmail ou o Ghostmail, que permitem ao usuário continuar usando seu provedor de e-mail já existente, com um reforço para garantir o sigilo na troca de mensagens.

Proteja seus arquivos

Enquanto medidas de criptografia full-disk protegem seus documentos automaticamente, quando você precisa compartilhar determinado arquivo na web, seria legal que optasse pelos serviços do Google Drive ou Dropbox, que realizam a criptografia nos servidores no momento em que você compartilha algo na internet.

A criptografia continua sendo a melhor maneira de evitar o acesso de outras pessoas a informações sigilosas, como: seus dados bancários, senhas, fotos íntimas, etc. Sendo assim é essencial que você adote pelo menos algumas medidas básicas para a criptografia dos seus dados.

Fonte em inglês: link