Check Point aponta crescimento no número de famílias de ransomware e no volume de ataques em agosto

cyber-1654709_640

O mês de agosto de 2016 viu a continuação da tendência de crescimento do ransomware como ameaça segundo a empresa de segurança Check Point. O número de famílias desse tipo de malware cresceu 12%, enquanto o número de ataques detectados aumentou em 20%.

Para a empresa esse crescimento é relacionado tanto à facilidade com que esses ataques podem ser amplamente disseminados quanto à sua alta lucratividade – a maior parte das companhias vítimas de ransomware prefere simplesmente pagar o resgate para recuperar seus dados do que tomar outras medidas de segurança.

Entre as ameaças mais ativas, a família Conficker continua sendo a mais proeminente respondendo por 14% dos ataques, seguida pela JBossjmx (9%) e pela Sality (também com 9%). No campo dos dispositivos móveis, as principais ameaças foram as famílias HummingBad, Ztorg e Triada.

O ransomware foi tema do SegInfocast #41. Nesta edição, Paulo Sant’Anna recebeu a Country Manager da CyberArk, Carolina Bozza, que detalhou os riscos da ameaça e as melhores práticas para mitigar esse tipo de ataque. Ouça aqui.