Clavis recebe investimento e anuncia seus novos sócios – Embraer, Finep, BNDES e Desenvolve SP

clavis-investimento-fundo-aeroespacial-embraer-finep-bndes-desenvolve-sp-2

Clavis Segurança da Informação  anuncia que recebeu investimento do Fundo Aeroespacial, um fundo de venture capital voltado para os setores aeronáutico, aeroespacial, defesa, segurança e integração de sistemas. O Fundo Aeroespacial possui como cotistas a EMBRAER, a Finep, o BNDES e a Desenvolve SP, sendo gerido pelo Portcapital. O investimento pelo Fundo Aeroespacial é, ao mesmo tempo, mais um reconhecimento da importância estratégica da Clavis no cenário nacional de Defesa e Segurança, e um importante passo para a expansão e consolidação da empresa no mercado de segurança cibernética.

Sobre a Clavis e o Investimento.

A Clavis é uma empresa com mais de dez anos de atuação na área de segurança cibernética, sendo reconhecida pelo Ministério da Defesa como uma Empresa Estratégica de Defesa.

Ao longo dos últimos dez anos, a Clavis executou com sucesso uma série de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, muitos deles com apoios de agências de Fomento como a Finep, o CNPq e a FAPERJ, os quais possibilitaram à empresa desenvolver uma série de ferramentas próprias e um portfólio diferenciado de serviços de Segurança, todos eles executados com tecnologia própria e, portanto, sem a dependência de fornecedores externos. Foi essa característica que chamou a atenção do Fundo Aeroespacial. “O Fundo Aeroespacial busca não apenas empresas com grande potencial de crescimento, mas empresas que demonstrem independência tecnológica e capacidade de tornarem-se agentes centrais no desenvolvimento de uma indústria brasileira de Defesa e Segurança.”, explica o Bruno Ghizoni, Executivo do Fundo.

“Ao mesmo tempo em que observamos uma enorme capacidade de captar recursos de fomento à inovação e executar projetos de pesquisa de grande complexidade, a empresa foi capaz de aproveitar tais investimentos na construção de um portfólio de ferramentas, serviços e soluções diversificado. É esse tipo de ‘robustez técnica’ que caracteriza as empresas investidas pelo Fundo.” afirma João Antônio Lopes Filho, Sócio-Diretor do Portcapital, gestora do Fundo Aeroespacial.

Importância do investimento para a Clavis. 

Segundo Bruno Salgado Guimarães, Sócio-Diretor da Clavis, o investimento aportado pelo Fundo será fundamental para sustentar a expansão das operações da empresa, além de viabilizar investimentos em pesquisa e desenvolvimento que permitirão o ingresso da empresa em novas áreas da segurança da informação. Segundo Bruno,”A Clavis sempre foi reconhecida pela forte atuação em pesquisa, desenvolvimento e inovação, mas o investimento e a parceria dos principais agentes de inovação do país permitirão que a empresa passe a operar ‘em outro patamar’, executando grandes projetos de inovação, com benefícios evidentes para a Clavis, seus clientes e para o desenvolvimento científico e tecnológico do país na área de Defesa e Segurança Cibernética”.

Bruno Salgado explica ainda que os recursos aportados pelo Fundo possibilitarão investir em três importantes soluções da empresa: SADI, Octopus e BART. O SADI é a ferramenta de simulação de cenários de sobrecarga que a Clavis utiliza em seu serviço de Teste de Desempenho. A ferramenta já é consagrada no meio corporativo e acadêmico, sendo reconhecido pelo Governo Federal como um Produto Estratégico de Defesa, mas há a necessidade de investimento constante em pesquisa e desenvolvimento para que a ferramenta se mantenha sempre alinhada às mais recentes tecnologias. Octopus é a plataforma de Coleta e Análise de Dados usada pela Clavis em seus serviços de Segurança Orientada a Dados, e os investimentos recebidos permitirão que a Clavis aprimore os algoritmos de análise de dados do Octopus, particularmente, com algoritmos voltados para as áreas de Cyber Threat Intelligence, Identificação de Fraudes e Predição de Falhas. Finalmente, o BART é a ferramenta de gerenciamento de vulnerabilidades e baselines de segurança da Clavis, e os recursos aportados permitirão investir em melhorias na interface da ferramenta com o usuário.
O novo Diretor Presidente da Clavis, Rafael Soares, reconhece a importância de se contar, a partir de agora, com a parceria de peso de instituições como EMBRAER, BNDES, Finep e Desenvolve SP. Rafael destaca, ainda, as mudanças na estrutura administrativa da empresa: “As mudanças nas regras de governança da empresa possibilitarão uma operação ainda mais transparente e facilitarão um maior planejamento estratégico, viabilizando uma atuação sustentável no longo prazo.”, nas palavras do principal executivo da Clavis.

A expectativa dos executivos da Clavis é que o faturamento da empresa triplique nos próximos três anos.

Sobre a Clavis

A Clavis é uma empresa de consultoria e treinamento em segurança da informação. A empresa foi fundada em 2004 e ao longo de pouco mais de uma década, consolidou-se como uma das mais inovadoras fornecedoras de soluções de segurança da informação e como a principal empresa de treinamento em segurança da informação do país. O perfil inovador da Clavis permitiu que a empresa desenvolvesse soluções e ferramentas próprias para a prestação de serviços como Gerenciamento de Vulnerabilidades, Gerenciamento de Logs, Análise e Correlação de Eventos, Teste de Sobrecarga, Teste de Invasão e Análise de Código – mas a empresa também atua como “integradora de soluções”, ajudando empresas a alcançarem novos patamares de segurança e dando apoio para a obtenção de certificações como o PCI DSS e a ISO/IEC 27001. O protagonismo técnico e a capacidade de inovação proporcionaram à Clavis consecutivos prêmios e reconhecimentos, dentre os quais destacam-se o reconhecimento como Empresa Estratégica de Defesa, o Prêmio CIAB/FEBRABAN 2013 de solução mais inovadora para o setor bancário, e o primeiro lugar na chamada de projetos FINEP/TI-MAIOR 2013, além do apoio recebido do CNPq e da FAPERJ para a execução de diversos projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (dois projetos apoiados pelo CNPq e três projetos apoiados pela FAPERJ). Mais informações em http://www.clavis.com.br.

Fundo Aeroespacial 

O FIP Aeroespacial foi lançado em 2014 no modelo de corporate venture capital, a partir do esforço corporativo de uma empresa estratégica do setor, a EMBRAER, juntamente com FINEP, BNDES, e Desenvolve SP. É gerido pela Portcapital, com o objetivo de fortalecer as empresas nacionais inovadoras que desenvolvem tecnologia de ponta para a cadeia produtiva dos setores aeronáutico, espacial, de defesa, segurança cibernética e integração de sistemas. Além disso, o FIP cria um canal permanente que permite o contato mais próximo entre a EMBRAER e as iniciativas empreendedoras mais inovadoras destes setores. Mais informações em http://www.fundoaeroespacial.com.br.