Trump assinará ordem executiva pedindo revisão das políticas de cibersegurança dos EUA

newspaper-1959739_640

O presidente dos EUA, Donald Trump, está preparando uma ordem executiva em que pedirá  a “revisão das capacidades e vulnerabilidades cibernéticas dos EUA” tanto no setor público quanto no privado. A notícia surgiu pela primeira vez no jornal Washington Post que afirmou – em reportagem publicada no dia 26/01 – ter tido acesso minuta do documento. Na ocasião esperava-se que a assinatura se daria até o fim de janeiro, o que acabou não acontecendo.

O texto afirma que a ordem – de efeito imediato e válida por 60 dias após a assinatura – deve incluir recomendações do Departamento de Defesa para Sistemas Nacionais de Segurança e do Homeland Security (Departamento de Segurança Interna) para “proteção reforçada da infraestrutura mais crítica do governo federal e dos setores público e privado”.

A revisão das vulnerabilidades ficará a cargo da Secretaria de Defesa juntamente com o Homeland Security e o Diretor Nacional de Inteligência.

Também serão revisadas as identidades, capacidades e vulnerabilidades dos principais adversários dos EUA na questão da cibersegurança.

O documento afirma ainda que: “As recomendações incluirão os passos para garantir que as agências responsáveis sejam corretamente organizadas, recebam os recursos e a autoridade legal necessárias para cumprir suas missões”. Por fim ele dá prazo de 100 dias para a preparação de um relatório com opções para “incentivar o setor privado a adotar medidas efetivas de cibersegurança”.

Ainda não há data prevista para assinatura da ordem, que está passando por revisão.