Kali Linux 2018.1 é lançado com novos recursos

Os desenvolvedores do projeto Kali Linux anunciaram na última terça-feira, dia 06-fev, a sua mais recente distribuição do sistema operacional – versão 2018.1, trazendo atualizações e novos recursos. O Kali Linux é uma distribuição Linux out-of-box, baseada em Debian, que possui um conjunto de ferramentas ideais para efetuar auditorias de segurança,  computação forense, testes aos níveis de segurança, testes de penetração em redes wireless, entre outros. 

Nessa versão, os pacotes e bug encontrados no Kali Linux (2017.3) foram atualizados e corrigidos. Além disso, essa nova versão inclui atualização do Kernel para a versão 4.14. Existem dois novos componentes que se destacam, nessa versão:

  • AMD Secure Memory Encryption Support – Secure Memory Encryption é um componente que estará nos novos processadores da AMD, ele possibilita encriptar e a decrepitar a DRAM. Isso significa que esses novos processadores não estarão mais vulneráveis ao ataque cold-boot.
  • Aumento dos limites de Memória – As atuais e as antigas versões dos processadores de 64-bit possuem um limite de 64 TB de espaço de endereços físicos e 256 TB de espaço de endereços virtuais. Essas características suficientes por mais de uma década; porém, agora, esses limites foram alcançados. Felizmente, os novos processadores virão com um componente que permitirá paginação de nível 5. Em outras palavras, os novos processadores virão com suporte para 4 PB (Petabytes) de memória física e 128 PB (Petabytes) de memória virtual.

Em adição, os novos pacotes atualizados incluem: zaproxysecure-socket-funnelingpixiewpsseclistsburpsuitedbeaver, e reaver. Se você já tem o Kali instalado, você pode facilmente conseguir a última versão dessas ferramentas através do seguinte comando no terminal:

apt update && apt full-upgrade

Para aqueles que usam Kali em máquinas virtuais fornecidas pela Offensive Security,  vocês encontrarão que o Hyper-V da máquina virtual está na geração 2, o que significa que é baseado em UEFI e que permite expandir/dividir o HDD. A integração dos serviços do Hyper-V  também inclui: suporte para memória dinâmica, monitoramento e replicação de redes.

Para mais detalhes sobre a nova atualização, clique aqui.