Mercado de Segurança da Informação deve apresentar crescimento ainda maior em 2020

Texto adaptado de “Mercado nacional de Segurança Cibernética deve atingir US$ 1,8 bilhão esse ano“.

Segundo a IDC, International Data Corporation, a área de Segurança da Informação gerou cerca de 107 bilhões de dólares para o mercado em 2019. O Brasil se encontra em 10º lugar de acordo com o nível de gastos, com US$ 1,6 bilhão ao todo. O aumento do consumo em software dentro das empresas evidencia a importância na aquisição das novas tecnologias.

Devido a eventos de ataques em escala global, como por exemplo o WannaCry em 2017, a segurança se tornou uma das prioridades dos gestores de tecnologia da informação. O gerente de Pesquisa e Consultoria Enterprise da IDC Brasil, Pietro Delai, deu ênfase sobre o espaço cada vez maior para a proteção de dados e estima que em pouco tempo sua independência será suficiente para ganhar um setor próprio fora de TI. Além disso, tornou-se evidente a necessidade de modernização das soluções desenvolvidas dentro da área de segurança conforme o aumento na complexidade dos ataques cibernéticos.

A LGPD, Lei Geral de Proteção de Dados, também ganhou espaço no planejamento da diretoria de empresas. O processo de adequação à nova legislação deverá contar com a captação de novos recursos jurídicos, tecnológicos e de negócios.

A IDC ressalta, ainda, que as organizações devem realizar um reposicionamento a respeito do uso de tecnologia. Técnicas isoladas para a proteção dos sistemas apresentarão uma efetividade cada vez menor na hora de oferecer um ambiente saudável, o que vai exigir investimentos sobre diferentes tipos de processos e soluções. Logo, a capacidade de gerenciar diferentes serviços de modo exponencial não será um requisito apenas no processamento e armazenamento dos dados, mas também na segurança dos mesmos.

Confira a notícia na íntegra aqui.